Mary Moraes

Publicação 6/14 – 17/07/14 – Um retrato do nosso cotidiano

As aulas recomeçaram… claro, as questões do cotidiano da escola também…

Nas andanças pelos corredores, um garoto com um saquinho com gelo na cabeça:

– O que foi D., algum acidente?

– Não… foi o J. que me deu uma rasteira e bati a cabeça… ele e o G.

Em seguida a funcionária trazia os outros dois: saldo do recreio…

– Vamos lá, três, vamos conversar… diz o diretor enquanto caminha para a sala.

Os três sentam-se e aguardam enquanto o diretor fala…

– Então, quem começa? … D. me disse que você deu uma rasteira nele, J….

-Diretor sabe o que aconteceu? – responde G.- na verdade a culpa foi minha… se quiser pode mandar um bilhete para casa… O J. me contou que uma menina pediu ele em namoro… e eu contei para o D. … daí nós começamos a zoar com o J. …  e ele ficou com raiva e foi para cima do D. … , mas eu já não estava lá… podia ter sido comigo.

-Daí eu caí e bati a cabeça  – disse D.

– Você acha que foi certo o que você fez, J.?

– Não, eu não soube controlar meu impulso … mas também o D. falou para todo mundo…

-É, mas você também falou de mim quando ela quis namorar comigo…

– A diferença é que eu falei só para o G… e você falou no pátio para todo mundo…

– Pois é… amigos brincam uns com os outros, “tiram uma” da cara… zoam … é normal entre amigos, a proximidade permite uma liberdade maior de expressão. Só que também envolve ter mais cuidado para não ofender, agredir, expor sem necessidade, ultrapassar os limites … o que seria falta de respeito …

– E agora como ficamos? – conclui o diretor dirigindo-se aos três…  O que interessa não é punir, mas aprender com o que acontece, crescer…

Enquanto falava J. tomou iniciativa e desculpou-se com o colega que agrediu, D.,  e com G. Os mesmos também se desculparam com ele…

– Vocês são crianças… e precisam aprender a como se conduzir, a amadurecer, o que é normal de criança. E você, J. , tem que aprender a controlar seus impulsos… e vocês precisam saber se colocar na posição do outro e ver que não é tudo que se pode falar… com quem falar…

Os três deixaram a sala da direção não sem antes reporem as cadeiras em seus lugares e agradecerem ao diretor …

O diretor sentiu-se pleno pela sensação do dever cumprido. Afinal esses alunos tinham estudado na escola desde o 1º ano e ao encerrarem agora no 5º ano sua vida ali, com essa postura tão madura, com domínio de um repertório eclético, sendo capazes de ouvir, compreender e decidir ao final o que fazer e sabendo que aprenderam algo mais com o que aconteceu…deve mesmo ser motivo de orgulho.

Infelizmente esse “currículo oculto” não pode ser avaliado, mensurado, no âmbito do sistema. As crianças por sua vez não sabem avaliar a importância desse aprendizado porque pensam que é assim em todas as escolas públicas. Os professores, em boa parte, atuam em consonância com o plano que orienta a ação, mas sem a clara consciência de sua importância. Os pais avaliam como fundamental essa formação que os filhos recebem e a associam ao trabalho da direção, mas igualmente sem terem – a maioria, ao menos – total clareza daquilo que é feito.

O que vale mesmo é aquilo que as crianças levam para si!

 

Publicação 5/14 – Conselho de Escola – Reunião Ordinária – 5/6/14

 

Na reunião ordinária desta quinta-feira, apresentamos a proposta de utilização dos recursos do PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola – MEC) com vistas a sua utilização. O Conselho deliberou favoravelmente à proposta de modo que serão reformadas as portas das 7 salas de aula, com montagem de proteção nos batentes e nas portas para acolhimento de novas fechaduras o mesmo com as salas de arte, biblioteca, banheiros das crianças e da sala de vídeo.  Além disso, fazermos reparos na quadra onde o muro foi arrombado, com  a construção de uma segunda parece com preenchimento com entulho entre ambas e arremate de concreto com instalação de nova tela de proteção, tubos e travessas para serem soldadas. Também será feito reparo na tubulação do banheiro dos meninos. A verba é da rodem de R$4.400,00 que se destina neste ano, exclusivamente, para fins de consumo.

Também foi submetido à apreciação a cessão da escola para fins de festa junina da escola  Soletrar e do encontro de casais da Paróquia São Pedro Fourier. O Conselho deliberou favorável a ambos os pedidos.

O Diretor também relatou sobre a melhoria no rendimento da escola comparando os resultados desde 2007 até 2013 com aumento das notas tanto em Português quanto em Matemática. No tocante à alfabetização os índices gerais de alunos alfabéticos ao concluir o 5º ano mantem-se acima dos 90% em que pese as dificuldades que tiveram que ser enfrentadas.

Ao encerrar-se a reunião o Diretor também participou ao Conselho que a empresa WF é a nova responsável pela limpeza da escola e que já existem duas funcionárias trabalhando a partir de hoje, portanto, voltando ao normal a situação.

 

Publicação 04/14 – Encerramento do bimestre – cópia de comunicado enviado aos pais em 4/6/14

EE Mary Moraes

Senhores pais

Alguns informes no encerramento do bimestre.

1-      O Diretor entrará em férias no próximo dia 9/6, retornando em 10/7. Responderá pela escola a Professora Sônia, Vice-Diretora.

 

2-      Dia 9/6 será o último dia do semestre com atividade das crianças. Dia 10 será feito o Conselho de Classe e dia 11, Reunião de Pais – manhã às 7h30min e tarde às 16h.

 

3-      As aulas retornarão com os alunos dia 14/07.

 

4-      Já voltamos a contar com limpeza terceirizada a partir de hoje, 3/7, embora tendo apenas uma funcionária. Acreditamos que até o final da semana teremos mais uma pessoa.

 

5-      Os novos computadores já foram instalados na Sala de Informática, um para cada aluno da classe.

 

6-      No dia da reunião de pais e mestres (11/6) pediremos aos senhores pais ou responsáveis pelas crianças que preencham um formulário. Será preciso que tenham o nº do RG, o CPF, o CEP da residência, e o email.

 

Esses dados serão necessários porque o governo está informatizando todo o procedimento de secretaria.

 

Com isso os pais irão controlar a frequência dos filhos na escola, a frequência do professor, o planejamento e o que foi dado em aula pelo professor. Também irá poder acompanhar as notas que forem sendo dadas, bem como a média final.

 

Será possível fazer a rematrícula sem precisar comparecer à escola e obter o histórico escolar diretamente pela internet com assinatura digital.

 

Há um cronograma e algumas etapas já foram concluídas. Agora está sendo feito o cadastro detalhado dos alunos. Uma das páginas é a do Cadastro dos Responsáveis.

 

Na Reunião a Professora Sônia dará os esclarecimentos e mostrará aos senhores o modelo da ficha. Em sala de aula, poderão preencher com a ajuda dos professores, desde que tenham em mãos os dados pedidos. Por isso fizemos o pedido de trazerem tais dados.

 

Desse modo esperamos poder fazer o maior número de cadastros nesse dia para só depois enviar pelas crianças o formulário para que os pais que NÂO comparecerem à reunião possam preencher em casa uma vez que temos só até o mês de agosto para completar esse trabalho. Precisaremos de tempo para fazer a digitação de cada um dos alunos.

São Paulo, 3 de junho de 2014

 

Atenciosamente,

A Direção

 

 

 

Publicação 03/14 – Situação da limpeza  – cópia de comunicado enviado aos pais

 

EE Mary Moraes

Senhores pais

Informamos que desde 13 de maio estamos sem serviços de limpeza na escola porque a empresa contratada pela Diretoria de Ensino não mais enviou seus empregados para fazerem o serviço. Na medida do possível, os funcionários têm dado ajuda para mantermos a escola em condições de uso. O Dirigente informou a todas as escolas que vivem esse mesmo problema que estão sendo tomadas providências em caráter de emergência para resolver a situação.

Na oportunidade aproveitamos para informar que conseguimos mais 23 computadores para a Sala de Informática, atendendo assim ao uma expectativa de pais e alunos, o que vai permitir que cada aluno possa trabalhar numa máquina individualmente.    SP 22/5/14 . Atenciosamente,

  A Direção

 

 

 

Publicação 02/14 – Calendário Escolar

 

Após a aprovação pelo Conselho de Escola do Calendário Escolar para 2014, submetemos o mesmo à apreciação de nossa Supervisora de Ensino que deverá encaminhá-lo para homologação do Dirigente de Ensino. Assim sendo, repassamos aos senhores o Calendário Escolar em substituição dos anteriores (provisórios).

Mês Pais e Mestres Atividades Férias Feriados Conselho de Classe
Fev   22 –Um dia na escola      
Mar 28 5,6 e 7 – Planejamento   04 – Carnaval 24
Abr   9 – Dia D de reflexão   18- Semana Santa21 – Tiradentes  
Mai   9 – Dia das Mães   01 – Dia do Trabalho  
Jun 11   12 a 11/7 19 – Corpus Christi 10
Jul   25 e 28 – Planejamento 0 1 a 11    
Ago   08 – Dia dos Pais22 – Dia do SARESP23 – Um dia na escola      
Set 19       15
Out     13 a 17 28 – Dia do Funcionário  
Nov   14-Mostra Cultural28 – Forum   20 – Consciência Negra  
Dez 18 17 – Formatura 20   15

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atendendo ao pedido de alguns pais informamos que na semana do Carnaval (03/03 a 07/03) não haverá aulas. Nos dias 5,6 e 7, conforme o calendário, estaremos fazendo Planejamento. Portanto, teremos aulas até 28/02 e depois só em 10/03.  A Direção, 24/02/14.

 

Publicação 01/14 – Início do ano letivo

No dia 27/01 encaminhamos para os pais o Boletim Informativo nº 1 que abaixo anexamos.

“EE Mary Moraes

Boletim  Informativo nº 1 – 27/01/2014

Como fazemos em todos os anos estamos encaminhando aos pais as informações iniciais para melhor organização do ano escolar.

Pedimos a atenção para o Calendário Escolar abaixo. Esse calendário é PROVISÓRIO porque depende de aprovação do Conselho de Escola e da Homologação do Dirigente Regional de Ensino. Se for feita alguma alteração enviaremos aos senhores.

Mês Pais e Mestres Atividades Férias Feriados Conselho de Classe
Fev   22 –Um dia na escola      
Mar 28     04 – Carnaval 24
Abr   9 – Dia D de reflexão   18- Semana Santa21 – Tiradentes  
Mai   9 – Dia das Mães   01 – Dia do Trabalho  
Jun 11   12 a 11/7 19 – Corpus Christi 10
Jul     0 1 a 11    
Ago   08 – Dia dos Pais22 – Dia do SARESP23 – Um dia na escola      
Set 19       15
Out     13 a 17 28 – Dia do Funcionário  
Nov   14-Mostra Cultural28 – Forum   20 – Consciência Negra  
Dez 18 17 – Formatura 20   15

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Obs – Nos dias acima anotados no Calendário não haverá aula formal.

 Distribuição das salas

 

Manhã

Tarde

Classe

4º A

4º B

4º C

5º A

5º B

5º C

1ª A

1º B

2º A

2º B

3º A

3º B

3º C

Sala

01

02

03

04

05

06

01

02

03

04

05

06

07

Professor Zuleika Cristina Flora Vanessa Denise Rosana Marisa Vera Patrícia MariaSocorro Fátima Bruna Maria Cristina

 

 

 

 

Mudanças na Escola

Por questões de ordem financeira nossa Parceira Dª Veva desistiu da Parceria e com isso deixamos a Parceiros da Educação. O balanço desses três anos de parceria é positivo e, na prática, não deveremos observar nenhuma alteração em nosso trabalho. Também tivemos a mudança do Supervisor de Ensino. Saiu a Professora Silvia e entrou a Professora Terezinha. Na Direção da Escola, a Professora Cleusa se aposentou e a Professora Sônia é nossa nova Vice-Diretora. A Professora Denise Borges deixou a Coordenação voltando à sala de aula. No atendimento aos alunos, Dª Roseli saiu e em seu lugar recebemos Dª Vanderléa. Dª Val que trabalhava cedo mudou para o turno da tarde.

As aulas de Arte serão todas da Professora Denise. As de Educação Física ficaram assim distribuídas:

5º A,B e C, 4º B e 2º B – Professor Rodrigo

4º A e C – Professora Ana Paula

1º A e B e 3º A, B, C – Professora Ana Maria

2º A – Professor Washington

Kit Escolar

Já recebemos parte dos kits e os livros que serão distribuídos aos alunos nos próximos dias. Pedimos aos pais que controlem a organização de seus filhos de modo a sempre virem com material para a escola. Quando o aluno não traz seu material ele deixa de fazer as atividades e fica envolvido em ações que prejudicam seu próprio rendimento e o da classe.

Entrada e Saída de Alunos

Pedimos que os pais observem a proibição de acompanharem as crianças até o pátio, por motivo de segurança. Os alunos serão recebidos no portão. Sempre que precisarem podem e devem acompanhar o trabalho da escola bastando dirigir-se à secretaria.

Se na saída houver algum atraso os alunos serão levados à secretaria onde aguardarão pelos responsáveis. Nenhuma criança sai da escola sem estar acompanhada, a não ser que esteja autorizada a ir sozinha para casa. Pedimos informarem isso aos seus filhos. “

 

 

Publicação 12/13 – Mostra Cultural – efeitos.

Conforme apontado na página Destaques do nosso site a respeito da Mostra Cultural/ Um dia na escola de meu filho, trazemos aqui o reflexo da Mostra para as crianças.

Os pais presentes – mais de 75 – só tiveram palavras de elogio para alunos e professores. Sugerimos que leiam na página Destaques.

Como, (até mesmo os pais apontaram) houve baixa presença, em nossa avaliação sugerimos que os professores trabalhassem o sentimento das crianças em relação à participação ou não de seus pais.

Destacamos apenas uma manifestação de um aluno cuja família não compareceu. As demais foram todas de alunos que estiveram na Mostra.

“Eu não vim porque o meu pai estava trabalhando e a minha mãe saiu comigo e eu fiquei muito triste por eles não terem interesse nos meus trabalhos”.

Em contraste com essa expressão de tristeza, temos a satisfação daqueles que vieram.

 “Eu vim com minha família. Eu gostei muito de vir na Mostra Cultural porque foi muito legal a minha mãe vir ver os trabalhos porque ela não vem nas reuniões, então foi muito bom.”

“Eu vim com minha família. Foi bem legal a minha mãe e eu virmos juntas, eu gostei porque eu tive um tempinho com minha mãe,  para ela ver como eu me esforço, é um orgulho para mim. Eu achei super legal, eu vi um monte de trabalhos meus.”

“Eu gostei tanto que meu pai e minha mãe foram e eu senti orgulhoso de tantos meses de trabalho e mostrar e me orgulhar. Coloquei a minha opinião na tabela e depois sai muito feliz.”

“Eu fiquei muito feliz que minha família veio ver os meus trabalhos e eu me senti muito orgulhosa de mim e eu acho que a minha família estava orgulhosa de mim também porque eu gostei muito dos meus trabalhos, porque estava com capricho e muito lindo demais. Eu gostei muito mesmo”.

Portanto, quando dizemos aos pais da importância de valorizar a produção de seus filhos, estamos falando muito mais do que apenas aplaudir um trabalho, ou os trabalhos de um ano. Estamos falando de encorajar a criança a se dedicar ao estudo. Estamos falando de reconhecer que essa criança busca o amor dos pais e espera que eles respondam, igualmente, com sinais de amor.

É nossa opinião que o diferencial entre umas e outras, não está na escola, no professor, mas na família. Crianças cujas famílias demonstram interesse pela vida escolar dos filhos, que se dispõem a acompanhar seu desempenho e crescimento terão dado a elas a chance de um futuro melhor.

Em contrapartida, aquelas crianças que não vierem a ter maior sucesso não terá sido por culpa da escola, mas principalmente pelo silêncio ou omissão da famílias, infelizmente.

Observamos que crianças cujos pais vieram à Mostra são exatamente aquelas que apresentam um bom desempenho escolar.  Coincidência?

 

Publicação 11/13 – Reunião do Conselho de Escola – 03/10/13

Na reunião ordinária de outubro foi apresentada a proposta de montagem da escola para o ano de 2014, o aproveitamento dos alunos, a situação do processo trabalhista da Senhora Sidonia de Oliveira (Dª Cida) contra a APM.

O Conselho aprovou a proposta da Direção da Escola e a escola terá, então,  a seguinte configuração:

 

Sala/Período

01

02

03

04

05

06

07

Manhã

-

4º A

4º B

4º C

5º A

5º B

5º C

 

-

Zuleika

Cristina

Flora

Roseli

Vanessa

Rosana

Tarde

1º A

1º B

2º A

2º B

3º A

3º B

3º C

 

Marisa

Vera

Patrícia

 

Fátima

Sônia

 

De forma geral os professores acompanharão suas turmas. A professora Marisa pediu para mudar para o período da tarde e a Professora Flora concordou em vir para o período da manhã para trabalhar com alunos de 4º ano.  À tarde, a Professora Helena pediu remoção e não dará mais aulas no Mary. Mas, precisaremos aguardar o encerramento do processo de remoção para sabermos se algum professor virá para a nossa escola. A Coordenação continuará a ser feita pela Professora Denise Borges que retorna de licença no começo do ano.

Também informou-se o Conselho sobre o desempenho das crianças dos 4ºs anos na recente prova feita, porque se saíram muito bem. De igual modo os alunos dos 5ºs anos nas provas que temos feito para ambientá-los com o SARESP. A melhora dos alunos foi excelente.

No tocante ao processo trabalhista informamos que Dª Sidonia perdeu a causa em juízo e recorreu. O tribunal negou o recurso dando ganho de causa à APM. Para quem não sabe do que falamos esclarecemos. Dª Cida foi mãe de aluno na escola, depois funcionária do Estado, depois voluntária e cuidava da cantina. A APM encerrou as atividades da cantina, inclusive para que fosse feito o refeitório pela Parceria. Dois anos depois abriu um processo trabalhista pleiteando uma indenização de mais de 240 mil reais. Com o acórdão do Tribunal o caso se encerra.

Publicação 10/13 -Reunião do Conselho de Escola – 5/09/13 – Comunicado anexo

 

Na reunião ordinária do mês de setembro apresentamos ao Conselho o uso da verba recebida pela APM: reforma da Sala de Arte : piso antiderrapante, colocação de pia e pintura; troca da porta de saída de emergência no piso superior e instalação de nova porta, mais segura, na Secretaria; construção de armário no almoxarifado para guarda de material dos alunos e professores; aquisição de equipamentos: projetor multimídia para sala de informática, aparelho de som, aspirador de pó.

Tratamos também da preocupação com o clima generalizado de inquietação e decidimos emitir um boletim informativo sobre o assunto que segue abaixo e que foi enviado para as famílias.

“EE Mary Moraes

Senhores pais,

 

Nossa experiência profissional nos informa que todos os anos a partir de setembro passamos a ter mais ‘agitação’ nas escolas. A alegria pela chegada da estação quente e a superação do frio parecem deixar as crianças mais ‘elétricas’.

Por outro lado, quando um fato de grande repercussão é tratado na televisão – o caso Nardoni, os Tsunamis, as guerras, um terremoto,  uma enchente com deslizamento de terra, ou como agora, o caso da família de policiais que foi assassinada – tanto as crianças como, em geral, suas famílias ficam mais sensíveis a qualquer situação que possa representar um risco, um perigo.

Em situações assim, sempre notamos uma maior agitação na escola e consequentemente maior presença dos pais buscando a intervenção da escola por alguma razão.

Acreditamos que a imprensa ao tratar desses assuntos de maneira “sensacionalista” – insistindo para manter a audiência ou para não perdê-la para outra emissora – ajuda a inquietar os ânimos. Algo que até então poderia ser tido como normal passa a ser preocupante.

Legitimamente os pais esperam que nada de mau possa acontecer a seus filhos. Claro, buscam na escola respostas aos fatos que possam representar uma ameaça a eles.

Queremos tranquilizar os pais.

Em caso de alguma dúvida, liguem, não deixem que uma preocupação cresça. Nossos telefones: 3743-0190 e 3773-7834 podem ser acionados buscando falar com um de nós. Também podem utilizar o site da escola: www.marymoraes.com.br tem uma página “Contato” pela qual podem se comunicar conosco que responderemos pessoalmente.

Não há qualquer razão pra preocupação extra com as crianças na escola. Nosso ambiente é o mais seguro para seus filhos. A ele só tem acesso quem está autorizado. Os pais já conhecem nossa forma de trabalhar e confiam em nós. Sempre que algo fora do comum ocorre, logo acionamos a família. Nos comunicamos toda vez que entendermos que  seja preciso fazê-lo, como agora. Temos profissionais responsáveis para cuidar e orientar as crianças seja em sala ou fora dela.

Todavia, um alerta que voltamos a fazer. Nossa responsabilidade sobre as crianças cessa a partir do momento que ela deixa a escola. Na sua saída, não se vê, mas estamos devolvendo a “guarda” para a família ou um responsável por ela estabelecido. Não acreditem nessa lenda de que a escola É RESPONSÁVEL pela criança até 100m da escola. Isso não procede. Não há lei que discipline essa matéria, mas criou-se uma ideia de que temos esse poder. Não temos. Ou seja, é preciso estar atento à segurança da criança a partir do momento em que ela deixa a escola. Tememos que se os pais acreditarem que seus filhos estão sob nossa responsabilidade numa distância de até 100m eles deixem de estar atentos e o pior acontecer.

Por outro lado, reiteramos nosso pedido de que não tentem “resolver” situações entre crianças que tenham origem na escola procurando diretamente um outro aluno. Temos qualificação profissional para tratar de todas as ocorrências e contamos com recursos físicos e materiais para buscar solucionar eventuais conflitos. Quando adultos se envolvem a situação foge ao nosso controle e as consequências passam a ser imprevisíveis.

Esperamos poder continuar contando com a colaboração de todos, estando à disposição para todo e qualquer esclarecimento que for necessário.                                                                                     São Paulo, 6 de setembro de 2013.

Atenciosamente,

A Direção”

 

 

Publicação 9/13 – Reunião do Conselho de Escola – 1/08/13

Na reunião ordinária do mês de agosto, com apenas dois representantes dos pais, realizou-se uma reunião conjunta do Conselho de Escola e da Diretoria Executiva da APM para apreciar a renovação da ocupação da Zeladoria da Escola pela Professora Flora Maria Vieira e a destinação dos recursos do Programa Dinheiro Direto na Escola. A Direção também observou na oportunidade alguns aspectos relevantes que são do interesse direto dos pais e alunos.

Por unanimidade houve aprovação da renovação da zeladora por mais dois anos.

Quanto aos recursos – R$8.352,00 para gastos com manutenção e R$2088,00 para aquisição de equipamentos – foi apreciado o que consta do Plano Quadrienal (2011-2014) para aplicação de recursos conforme concluiu o Fórum Escolar (2010) e que ficou assim destinado:

Gastos com manutenção – troca da porta de entrada da secretaria sendo que a atual será colocada no lugar da porta existente no piso superior que está danificada e precisaria ser trocada. Entenderam, Conselho e APM, que seria melhor fazer uma porta mais segura para a parte administrativa e o reaproveitamento da atual no piso superior. Além disso, instalar uma pia na Sala de Artes e colocar piso cerâmico. Na secretaria, fazer um armário em alvenaria para guardar documentos e material, em substituição aos armários de aço cujas prateleiras não suportam o peso das pastas.

Gastos com equipamentos –  deliberou-se pela aquisição de um conjunto multimídia para a Sala de Informática para situações de apresentação à turma, sobretudo, quando o número de computadores não for suficiente para todos, e se a verba for suficiente, aparelhos de som e aspirador de pó.

Entre os informes prestados pela direção, destacam-se: a entrega da quadra, cuja construção foi concluída; a festividade do Dia dos Pais; e o trabalho que vem sendo feito com os alunos dos 4º e 5ºs anos (principalmente), para melhoria do índice de rendimento. Constatou-se que temos cometido um erro infantil na orientação de nossos alunos quanto ao preenchimento do gabarito das provas, seja da Parceiros da Educação ou SARESP e que acabaram por resultar em notas mais baixas. Cerca de metade dos alunos não responde acertadamente, embora “saiba” o assunto. Ou seja, nossos alunos sabem dar a resposta correta, mas no momento de assinalar no gabarito cometem erros que prejudica o resultado. O que nos importa é que nossos alunos aprendam – e isso está acontecendo – mas que a nota corresponda ao que efetivamente sabem. Assim, estamos “treinando” os 5ºs anos no uso dos gabaritos. Esperamos que a nota do SARESP deste ano fique entre 5,0 e 6,0 por aquilo que temos acompanhado no aproveitamento dos alunos.

Publicação 8/13 – Reunião do Conselho de Escola – 6/06/13

Em reunião ordinária do mês de junho, com três mães presentes, o Conselho de Escola reuniu-se para tratar de: Festa junina; construção da quadra de esportes; organização das crianças no pátio (entrada, saída e recreio); curso de música na escola; opinião dos pais acerca do projeto Sacola Literária.

O Conselho aprovou a cessão de uma sala de aula (arte) para que seja feito o curso Super Quadra Music a cargo do Senhor Antonio Vidal Filho, morador do bairro. Esse trabalho se fará em parceria com o Superquadra News ao qual caberá a divulgação e as orientações para inscrições. A escola apenas está cedendo o espaço para que o trabalho ocorra, sem responder por inscrição, pelo próprio trabalho profissional. Esse curso terá início em julho e se estenderá na primeira fase até outubro.

A respeito da Quadra Esportiva informamos ao Conselho o risco de que as crianaçs vernham a se machucar nas colunas cujos cantos são vivos. Não temos como intervir, apenas cogitamos a possibildiade de ser feita uma mureta para que as crianaçs não batessem a cabeça nas colunas. Porém avliamos que uma mureta poderia não só representar umperigo ainda maior porque elas subiriam, pulariam, mas também criaria um espaço a ser usado como “banheiro”. pensamos em depois da obra, “quebrar” os cantos e assim evitar acidentes. Por outro lado, conscientizar as crianças do risco de se ferirem. Enviaremos um relatório avaliando esse tipo de falha na construção para evitar colocar em risco a integridade física de outras crianças.

Com o atraso na entrega da obra da quadra, discutiu-se na reunião a dificuldadde em fazermos uma Festa Junina para todos. E assim, deliberou-se por dividir a festa pelas turmas com horário fixo para cada uma e assim possibilitar que os pais que puderem possam assistir a apresentação dos filhos.

Com a chegada dos novos funcionários mostrou-se necessária uma nova organização dos trabalhos. Assim, Dª Valdirene está na coordenação das ações no período da manhã e Dª Maria, no período da tarde. Elas foram eleitas pelos próprios colegas e o objetivo é tomarmos medidas comuns para a escola toda, independentemente do período. A partir disso, elas se reuniram com os monitores e montaram não só atividades para as crianças nos horários de recreio como no ritmo delas nas entradas e saídas a fim de evitar a correria da criançada.

Ao final ouvimos a opinião das mães acerca do Projeto Sacola Literária. As crianças levam para casa uma sacola com livros e com uma atividade para ser feita que envolve a família. As mães estão gostando muito desse projeto e relataram que as crianaçs estão não só muito envolvidas como também envolveram seus pais e familiares.

Aproveitando este momento, informamos a todos que o Diretor Prof. Eduardo estará em férias a partir de 11/06 por um período de 15 dias. Passará a responder pela escola a Vice-Diretora, Profª Cleusa que será auxiliada pelas professoras Cristina (manhã) e Fátima (tarde).

Desejamos a todos boas férias e que no retorno possamos enfim inaugurar a quadra com a Festa do Dia dos Pais.

Publicação 7/13 – Comunicado aos pais  – período da tarde – 30/04/13

 

Voltamos a esclarecer sobre a tentativa de pais quererem entrar na escola pelo portão dos alunos. A Direção orientou os funcionários a impedirem a entrada de pais ou responsáveis nas dependências da escola sem a devida autorização. Esclarecemos.

1-     Os pais que têm filhos na escola há anos já sabem dessa nossa orientação – que, aliás, surgiu por demanda dos pais em uma de nossas reuniões, para evitar que crianças pudessem ficar vulneráveis em razão de alguma ação que colocasse em risco a integridade física e moral das crianças.

Em outras palavras, se permitíssemos a entrada de todas as pessoas no recinto da escola e elas atentassem contra a integridade física de uma criança, seria instalado o caos na escola. Até porque nem seria recomendável adultos subirem escadas pela qual descem os alunos o que pode ocasionar algum acidente.

Muitas crianças são retiradas por irmãos mais velhos, mas ainda assim, menores, ou por vizinhos, estranhos de modo geral. Se decidissem “pegar” um aluno por ter tido qualquer envolvimento com a criança, não seria possível garantir a todos que seus filhos estivessem seguros na escola.

2-     Isso, todavia, não significa que os pais “não podem” entrar na escola. Ao contrário, fazemos questão que os pais que assim o desejarem possam assistir aulas ou participar do recreio, bastando para isso procurar a direção da escola para que seja possível identificar e ser orientado de como proceder. Além de nada termos a esconder sobre o que acontece na escola, queremos que a presença dos pais reforce o nosso trabalho e seja motivo de afirmação da qualidade de nossa escola.

Geralmente, pais novos na escola se mostram ansiosos quanto à segurança dos filhos, temendo que algo de mau possa acontecer-lhes.

Nossa escola não tem histórico de violência. A Ronda Escolar nunca precisou intervir em qualquer situação envolvendo alunos. Assim, o que as pessoas costumam traduzir como “violência” – graças a tudo o que os noticiários informam sobre brigas em escolas – vemos como uma distorção dos fatos. Esclarecemos.

1-     Crianças muito infantis – ou seja, que têm uma idade, mas se comportam como crianças menores – respondem muitas vezes fisicamente a tudo que contrarie sua vontade. Isso não se traduz por violência e sim como necessidade de amadurecimento. A escola intervém para que a família seja informada e que possa interferir ao mesmo tempo em que orienta a criança sobre o comportamento que esperamos dela.

2-     Crianças comumente castigadas fisicamente, ou em cujo ambiente doméstico sofrem agressão de outras crianças, tendem a responder “agressivamente” porque essa é a linguagem à qual estão acostumadas. Igualmente a escola chama os pais, esclarece, orienta e faz o mesmo com o aluno.

3-     Violência e agressividade não são a mesma coisa. Nascemos com a característica de sermos agressivos e ao sermos educados – principalmente pelo exemplo dos adultos – vamos ‘controlando’ a agressividade e reservando-a para situações específicas, por exemplo, quando somos atacados para nos defendermos. Violência é ato de força injustificado. Portanto, em se tratando de crianças não podemos falar em violência, mas sim em agressividade que precisa ser dominada. A vontade deve comandar a resposta agressiva e não a agressividade tomar conta da vontade, ou seja, perder a razão, o controle.

4-     Em muitas situações as crianças relatam em casa: “fulano me bateu”, “me empurrou”, “me deu um chute”, “me deu um pontapé, um soco”…. logicamente o adulto interpreta como sendo um ato gratuito de agressão, ou, violência. 8 em cada 10 situações não foi assim que aconteceu. Ambos corriam no recreio, aí ocorre um encontrão, uma trombada que acaba se traduzindo como soco, chute, empurrão… mas, de fato, foi um acidente em que os dois estiveram envolvidos. Para não ser punido por fazer algo que contraria a ordem dos pais, a criança se antecipa e conta a sua versão do fato, sabendo que os pais entenderão que ele foi uma vítima. Portanto, devemos continuar acreditando na criança, mas procurando a escola para entender o que se passou antes de aceitar que houve violência, agressão.

5-     Toda e qualquer situação envolvendo a criança na escola é de nossa responsabilidade. Assim cada pai que se sentir insatisfeito conosco, pode e deve nos procurar. Se nada for feito, tem o dever e o direito de reclamar sobre nós na Diretoria de Ensino. Só o que não pode é tentar resolver “com as próprias mãos” e se dirigir à criança. Nunca se sabe quem é a parte contrária e, de repente, uma situação fantasiosa envolvendo crianças termina como tragédia. Ademais, o ECA trata isso como constrangimento. Por isso é à Direção que os pais devem recorrer.

Enfim, pedimos que os senhores pais que tiverem qualquer necessidade de vir à escola durante o período de aulas que o façam entrando pela secretaria da escola. Tem sempre alguém da Direção para atender.

 

Publicação 7/13 – 29/04/13 – Aulas Normais amanhã (30/04)

Conforme informado aos pais, via comunicado, amanhã haverá aula normal. A S.E.E suspendeu a atividade que estava programada no calendário escolar para amanhã  ( Avaliação do SARESP).

Atenciosmanete,

A Direção

Publicação 6/13 – 26/04/13 – Reunião de Pais  (19/04/13).

No dia 19/04 tivemos nossa primeira reunião bimestral de Pais e Mestres. A frequência dos pais variou muito de turma para turma, como no quadro abaixo:

          1º A  –  54%

          1º B – não entregue pelo professor

          2° A – não entregue pelo professor

          2º B – 58%

          2º C – 56%

          3º A – 62%

          3º B – 39%

          3º C – 58%

          4º A – 60%

          4º B – 65%

          4º C – 58%

          5º A – 67%

          5º B – 29%

Mesmo sem termos todos os indicadores estão de parabéns os pais do 5º ano A que atingiu o maior índice de frequência (67%).

A reunião teve duas partes. Geral e Específica. Na parte geral, falamos com os pais dando informações sobre o andamento dos trabalhos da escola.

As obras da quadra estão em andamento e espera-se a conclusão dos trabalhaos para o final de maio. A qualquer momento terá início a obra de acessibilidade que reformará banheiros, parte elétrica, hidráulica e construirá uma rampa para acesso à secretaria e uma plataforma (elevador) interligando o piso superior à entrada administrativa.

Conforme estabelecido no Forum Escolar 2012, foi instalada a Sala de Arte que funciona no piso inferior entre a Biblioteca e a Sala de Informática. Ali também haverá aulas de reforço e reuniões.

Com o corpo atual de funcionários administrativos (total de 6) foram montados dois grupos de trabalho. O 1º que entra as 6h30min. e sai às 15h30min. e outro que entra às 9h30min e sai às 18h30min. Com isso, pela manhã o primeiro intervalo (8h40min às 9h) – dos 4ºs anos tem três funcionários cuidando do recreio, mais as duas merendeiras que cuidam especificamente do refeitório. No segundo intervalo – 3ºs anos, justamente os menores, ficam os 6 funcionários cuidando do recreio.

No período da tarde ocorre o inverso. No primeiro intervalo – 2ºs e 5º anos – ficam 6 funcionários e no segundo (1ºs anos), três e mais uma merendeira. Salientamos nossa satisfação pelo perfil desses funcionários que se adpataram muito bem ao modo como trabalhamos na escola.

Também no horário de entrada e de saída – conforme solicitação ds pais no Forum Escolar – dois funcionários cuidam do portão dos alunos enquanto pelo menos um outro fica no pátio.

Também foi informado o Plano de Ação da Parceiros da Educação para 2013. Investimento de cerca de 20 mil reais em Reforço escolar além de cursos de atualização para professores e gestores. Também aquisição de equipamentos para atualziação da Sala de Informática e a ampliação do horário de atendimento do monitor. Previsão de investimento também nas Oficinas voltadas para pais de alunos.

Apresentamos os indicadores mais recentes da escola. No SARESP nossa média de Lingua Portuguesa (5º ano) foi  4,0 e de Matemática 2, 60. A meta seria 3,21 e atingimos 3,18. Até 2030 a média das escolas estaduais deverá ser 7,0. Antes de 2015 teremos atingido mais da metade dessa meta, portanto, tudo leva a crer que teremos crescimento consistente elevando e mantendo o rendimento dos alunos em patamares bem mais elevados.

Muito desse desempenho foi devido ao grande número de alunos chegados à escola no 2º semestre do ano passado e que não tinham tido escolaridade regular, acarretando queda do rendimento. Por outro lado, na prova da Parceiros (que tem o mesmo modelo do SARESP), realizada em março, nossa média geral foi de 7,0 em Lingua Portuguesa e 4,5 em Matemática.

Estamos corrigindo rumos para melhorar o resultado, preparando melhor os alunos para fazerem provas. Cremos que no presente ano a melhora será muito grande e que podemos esperar média acima de 5,0.

Foram apresentados os novos funcionários, os professores, os responsáveis por período ( Cristina – 3º B – manhã e Fátima – 2º A à tarde) e os coordenadores de série a Coordenadora, a Vice-Diretora, as merendeiras e a equipe de limpeza. (para detalhes favor visitar as páginas correspondentes do site).

No período da manhã os pais nos perguntaram sobre o uso da Folha de Linguagem para os 3ºs anos. Voltamos a esclarecer sobre sua necessidade (para detalhes favor visitar a página Proposta Pedagógica que ao seu final traz os Projetos Pedagógicos entre os quais a Folha de Linguagem – que está ali bem detalhado.) Também nos perguntaram sobre o ensino de Ciências, História e Geografia e dissemos que há um conflito entre o que propõe o MEC (Federal) e a Grade Curricular Estadual que prevê apenas Lingua Portuguesa e Matemática do 1º ao 3º ano.

Para os pais da tarde, lembramos a necessidade de não pressionarem  as crianças para logo aprenderem a ler e a escrever, tampouco quanto à letra. A aquisição da escrita e da habilidade leitora depe4ndem muito do amadureceimento de diferentes regiões do cérebro que operam essas memórias e que portanto não adianta pressionar porque isso só pode causar mais ansiedade.

Publicação 5/13 – 27/03/13 – Funcionários Novos. Suspensão de aulas.

Finalmente recebemos quatro novos funcionários (dos cinco que deveríamos receber): Edson, Maria, Thiago e Valdirene que além de atuarem na secretraria também farão a entrada, a saída e atuarão no pátio em todos os recreios. Escalamos um homem para o início dos trabalhos e outro para o final (Edson faz a entrada pela manhã). Valdirene também compõe o time matutino junto com Roseli. Os demais, entram às 9h30min e saem às 18h30min. Estamos preparando a foto deles no site.

Continua colaborando conosco na secretaria, Dª Sônia que entra às 8h e sai às 17h.

Solicitamos que tenham paciência com os recém chegados porque, afinal, pais e alunos estão mais habituados com a escola do que eles no momento. Estamos muito felizes com sua chegada. Como pessoas, estamos muito bem, o que já é um bom começo. São todos muito ativos, não ficam “esperando” por serviço e vão atrás do que possam fazer para ajudar na escola. São todos muito solidários e de perfil muito apropriado para o tipo de profissional que todos esperávamos ter. Só a prática vai poder dar-lhes a experiência necessária – mas, já estão se entrosando mais rápido do que se poderia esperar.

Desejam a eles boas vindas e que sejam felizes aqui!

As aulas seguem normalmente nesta semana. Sexta-feira, 29/03, é feriado e portanto não haverá aula.

Quanto à Professora Fátima, após a licença-prêmio agora ela está em licença saúde e a Professora Roseli está substituindo. Como só temos a Professora Roseli para substituir. Em razão disso, se houver falta de professores, ou informamos ou os alunos que vierem serão distribuídos na salas.

Publicação 4/13 – Reunião do Conselho de Escola – 7/3

Na última 5ª feira, 7/3, tivemos a 2ª reunião do Conselho de Escola. Apreciamos alterações no Calendário Escolar conforme determinações do Gabinete da Secretaria de Estado da Educação que foram aprovadas, mas que não alteraram substancialmente o calendário divulgado aos pais  e em vigor.

A Direção informou aos pais acerca do andamento das obras da Quadra que, acredita-se, estará pronta até maio do presente ano.

Também esclareceu sobre a falta de funcionários. Terminou o contrato de uma das funcionárias contratadas por tempo determinado (Dª ‘Jô’) em janeiro e a remoção de Dª Cristina em 28/02. Com isso, a Senhora Roseli está em férias mas vem trabalhando para colaborar com a escola. A Senhora Sônia, Auxiliar de Serviços, readaptada (com limitação de atividades em função da saúde) vem nos ajudando na secretaria, nos recreios para podermos manter os trabalhos com um mínimo de danos colaterais.

Há quatro funcionários concursados que escolheram nossa escola para trabalhar, mas pelo tempo decorrido, não temos certeza de que continuam esperando depois de tantos meses para assumir. Afinal, todos dependemos de emprego para viver e não é possível ficar esperando indefinidamente até iniciar o trabalho. Por outro lado, só podem entrar em exercício após exame médico cujo resultado precisa ser publicado em Diário Oficial.

O descompasso entre todas essas ações nos levam a trabalhar em condições precárias, com sacrifício de todos e prejuízo ao atendimento ao público e às crianças – o que nem sempre é conhecido pelos pais e compreendido ao fazerem cobranças à Direção – embora todas justas.

O problema foi informado ao Senhor Dirigente de Ensino, acreditando que até o final de março a situação já esteja resolvida (?).

Também foi informado que está em andamento a terceirização da merenda escolar uma vez que na cozinha atuam Dª Luzia e Dª Val (esta contratada por um ano e cujo contrato vencerá em breve).

Informou-se a inexistência de Professor Eventual para substituir professores que faltam. A escola hoje conta com apenas um profissional para os dois períodos. Há escolas que não conseguem nem ao menos um substituto em virtude da crise de mão de obra no setor, consequencia das más condições de trabalho, dos baixos salários, das muitas exigências.

Também foram dadas informações sobre o plano de ação da Parceiros da Educação em nossa escola. Já tivemos dois encontros para atualização em Matemática, está em andamento a contratação do serviço de reforço escolar, monitoria em informática, e que tivemos a avaliação inicial (Prova) para identificar o que trabalhar com cada aluno já que a resposta será dada individualmente para os professores. A Sala de Informática receberá um técnico para atualizar os computadores.

Ao final discutimos acerca de problemas ditos disciplinares que foram trazidos pelos pais. Ressaltou-se a importância do envolvimento dos pais – cobrando providências da direção – e trazendo para o Conselho essas preocupações como forma de informar a escola por aquilo que poderíamos desconhecer.

Publicação 3/13 – Reunião do Conselho de Escola – 7/2

Todos os meses temos reuniões do Conselho de Escola. Nesta primeira reunião em 7/2, apreciamos a proposta de Calendário Escolar que foi aprovada conforme constou do calendário provisório enviado aos pais em nosso informativo de 1/2/13.

O Calendário Escolar é montado segundo as diretrizes (Resolução) da Secretaria Estadual da Educação. A Direção monta uma proposta, consulta a equipe, submete à apreciação do Conselho e encaminha para análise do Supervisor de Ensino que oferece Parecer e submete ao Dirigente Regional de Ensino para Homologação.

Pode acontecer de o Gabinete do Senhor Secretário determinar alterações no Calendário quando novamente o Conselho precisará se manifestar. Havendo mudanças, imediatamente informamos aos senhores pais.

Também nessa primeira reunião foi apreciado o Cronograma de Atividades Externas (conforme quadro abaixo) aprovado pelo Conselho.

Ano/Bimestre

             1º Zoológico Teatro –   CEU Butantã Planetário Parque   Villa Lobos
             2º Zoológico Teatro –   CEU Butantã Planetário Parque   Villa Lobos
            3º Pq   Eucaliptos Teatro   SESC/CEU Planetário Catavento
            4º Sitio da   Ressaca Teatro   SESC/CEU Planetário Catavento
            5º Museu da   Lingua Portuguesa Teatro SESC/CEU MuseuArqueologia PalácioBandeirantes/Aquário de   S.Paulo

A Direção da Escola informou acerca das obras que seriam iniciadas para reforma da Quadra e o destino dado à verba de R$ 7.900,00 recebida em repasse para a APM via FDE para pintura e melhorias da escola.

Publicação 2/13

Senhores pais dos 1ºs anos

 

Nosso trabalho é bem diferente daquele realizado pela maioria das escolas públicas e possui algumas particularidades conforme abaixo esclarecemos:

 

1-     Não fazemos uso de caderno do1º ao 3º ano. Em seu lugar usamos Folhas de Linguagem – conforme pedimos na lista de material.  A Folha de Linguagem é um poderoso instrumento para facilitar o aprendizado do aluno, sobre o que esclareceremos na reunião específica com pais dos 1ºs anos.

2-     As crianças do 1º ano farão o intervalo (recreio), exclusivo, só para eles, das 16h às 16h20min.

3-     Se os pais quiserem conversar com os professores, devem agendar com eles para atendimento.

4-     Para facilitar a aclimatação das crianças na escola podemos propor um horário maleável até que a criança possa se sentir segura. Nos casos mais difíceis poderemos, juntamente com os pais, combinar um modo de estarem junto com elas em sala.

5-     Nos dias de aulas de Educação Física a criança deverá vir com roupa adequada à prática de exercícios sem ser jeans ou saia e devem calçar um tênis.

6-     Os alunos devem usar uniforme – que é fornecido por uma empresa – sendo que os que não puderem adquirir deverão usar uma camiseta branca e saia ou calça azul marinho. Quem quiser poderá solicitar à Direção a figura do emblema da escola que enviaremos por email para que seja feito o silk screen.

7-     Não há tolerância para atraso. Mas, se houver algum problema, a família deve comunicar-se com a escola e a criança entrará excepcionalmente pela Secretaria. Na saída, após as 18h as crianças que não forem retiradas serão encaminhadas para a Secretaria ali permanecendo até as 18h30min. Após esse horário, a escola entrará em contato com a Ronda Escolar que levará a criança para pernoitar em um abrigo.

8-     Sempre que a criança passar mal na escola ou nos comunicar o desejo de ir para casa, acionamos a família, por isso precisamos que os telefones dos responsáveis sejam sempre atualizados. Em caso de celular, faremos soar e esperaremos o retorno porque não podemos fazer ligações dessa natureza – conforme orientado na matrícula.

 

9-     As ausências das crianças não poderão exceder a 25% do total de aulas, pois motivam sua reprovação, devendo a escola comunicar o fato ao Conselho Tutelar. Caso precise ficar em repouso médico a família deve informar a escola.

 

10-  Se a criança não puder fazer atividades físicas por motivo de saúde, a família precisa informar à escola.

 

11-  A família deve zelar para que a criança venha à escola, diariamente, com o material escolar que precisar. Se, por algum motivo, a família não tiver recursos, solicitamos que procure a Direção da Escola para que possamos providenciar.

 

12-  Não admitimos qualquer forma de discriminação ou maus tratos aos alunos, procedendo à denúncia junto aos órgãos competentes (Conselho Tutelar e Promotoria da Infância e da Juventude) sejam os autores, pais ou professores e funcionários da escola.

 

13-  Não é permitida a entrada de pais ou responsáveis nas dependências da escola sem a autorização da Direção para evitar qualquer dano físico ou moral às crianças.

 

14-  Ninguém está autorizado a falar pela escola senão sua Direção. Qualquer informação que não tenha sido dada por ela deve ser desconsiderada a fim de evitar tumulto, confusão, desorientação à comunidade. Para tanto informamos os números de telefone: 3743-0190 e 3773-7834. Endereço da escola: Av. Mal. Juarez Távora, 257.- CEP 05750-000. A escola tem um site:  www.marymoraes.com.br onde os pais poderão obter maiores informações.

 

15-  Material Escolar

1 caderneta de recados

1 tesoura sem ponta

1000 folhas de Caderno Único (Folhas de linguagem). Deixar em casa e mandar todo dia 3 folhas.

1 pasta de Caderno único (pequena) para arquivar as folhas de linguagem

1 pasta grande (tamanho ofício) para arquivar trabalhos em folhas de sulfite.

São Paulo, 1º de fevereiro de 2013

Publicação 1/13

 

1/13

 

Senhores Pais,

E um novo ano escolar começa! Esperamos um ano de muito trabalho e sucesso. Sejam bem vindos!

Algumas informações iniciais não só para ajudar na organização das famílias, mas para atualizarmos os senhores sobre aquilo que acontece em nossa escola.

1-     Material Escolar. Recebemos o kit escolar que será entregue a todos os alunos  e que contém: 4 cadernos grandes, 1 caderno de desenho, 1 régua, 1caixa de lápis de cor,1 caixa de giz de cera, 1 caixa de guache com 12 cores, 8 lápis preto, 4 canetas esferográficas, 4 apontadores, 3 borrachas brancas, 3 tubos de cola.

O caderno de desenho deve ser trazido para a escola e ficará sob a guarda dos professores de Arte. Pedimos que os pais cuidem desse material que será para uso do ano todo para que os alunos não tenham falta dele para fazerem as tarefas escolares. Enviaremos um comprovante em que os pais assinam o recebimento do material provando que a escola cumpriu com seu dever.

2-     Orientações sobre as aulas de Educação Física. Informar aos professores problemas de saúde que impeçam a participação da criança (com atestado médico).

Quando a criança estiver adoentada, enviar um bilhete informando para que possa ficar fora das atividades.

A prática da Educação Física exige roupa adequada, tênis, camiseta de malha, e calça de malha ou moleton, não sendo permitida a prática com calça do tipo jeans (que limitam os movimentos da criança) que pode provocar queda e ferimentos.

Brinquedos, equipamentos de uso pessoal (máquinas, aparelhos eletrônicos) são proibidos nas aulas para garantir a segurança das crianças.

Afora esses casos, todos deverão participar das atividades, sem exceção.

3-     Reformas.  Já teve início a reforma da quadra de esportes. A previsão é de que fique pronta em 90 dias. Durante esse período as atividades serão feitas no pátio da escola. Será feita a reforma do piso, pintura, instalação dos equipamentos e cobertura.

Também estamos aguardando o início das obras para adequação das instalações com rampa de acesso, plataforma, reforma dos banheiros,  rede elétrica e hidráulica e equipamentos de segurança.

4-     Verbas. Recebemos do governo a quantia de R$ 7.900,00 para a pintura da escola. Foram pintadas todas as salas, as lousas, os corredores, o pátio, portas e batentes, troca de lâmpadas e reatores. Com esse recurso também será feita a limpeza da caixa d’água, desratização e desinsetização.

5-     Sala de arte. Foi montada a sala de arte no piso inferior de modo que agora teremos espaço exclusivo inclusive para reforço com mais conforto para o trabalho das crianças e professores, deixando o ambiente das salas apenas para as outras atividades.

6-     Sala de vídeo. Conforme deliberado no VIII Forum Escolar (2013) e aprovado pelo Conselho de Escola, foi adquirido equipamento de projeção para melhor aproveitamento dos alunos e que já estará em uso.

7-     Biblioteca. A biblioteca, a partir deste ano, ficará exclusivamente para uso de leitura, pesquisa, empréstimo de livros, oferecendo aos professores e alunos maiores oportunidades de utilização e conservação.

8-     Calendário Escolar (provisório). A ser apreciado pelo Conselho de Escola (7/2)

 

Mês Reuniões de Pais ConselhosClasse  Atividades com os pais Férias Atividades internas Feriados
fevereiro

01

27,28 – planejamento 11,12,13   – Carnaval
março

15 –  Oficina de

Chocolate

1-planejamento 29 – Semana Santa
abril

19

15

10 –   Avaliação

30 –   SARESP

 

maio

11- Dia das Mães

1 – Dia do Trabalho

30- Corpus Christi

junho

28

24

21   –  oficina   julho   1 a 31  agosto  10 – Dia   dos Pais 30 –   reunião setembro

30

27

    outubro  25   –  mostra 14 –   reunião15- Dia   do Professor28-Funcionário   Públiconovembro  14   –  forum  15- Proc.da República20- Consciência Negradezembro

19

16

17   –  formatura20 a 31

São Paulo, 1º de fevereiro de 2013.

Atenciosamente,

Eduardo Paulo Berardi Junior

Diretor de Escola

 

 

 

 

 

 

 

2013

 

2012 – Encerrado

Informe nº 9 – Sarampo (cópia de comunicado aos pais da manhã)

“EE Mary Moraes

Senhores pais (período da manhã)

Em geral não temos tido problemas de epidemia em nossa escola, a nosso ver, graças aos cuidados dos pais com a vacinação dos filhos.

Todavia, informamos que tivemos um caso de catapora com diagnóstico médico e a criança (5º ano) está afastada da escola como medida de prevenção.

Pode ter havido contágio na fase de encubação da doença – há cerca de 1 semana.

Assim, solicitamos dos pais que, crianças com febre alta, apresentando erupções na pele podem ter sido contaminadas, devem ser prontamente encaminhadas ao médico.   SP, 5/11/12. Atenciosamente,

A Direção ”

 

Informe nº 8 – Saresp ( cópia de comunicado enviado aos pais, acompanhando questionário SARESP)

“EE Mary Moraes

 

Senhores pais dos alunos dos 5ºs anos (4ª séries)

Todos os anos o Governo do Estado de São Paulo aplica a prova SARESP. É uma avaliação para que o Estado possa acompanhar o desempenho dos alunos e das escolas.

A avaliação se baseia nos Parâmetros Curriculares Nacionais, de âmbito federal que orienta toda a educação no país. Também coresponde às Orientações Curriculares do Estado de São Paulo que se dirige ao ensino da Língua Portuguesa e Matemática. Essas duas áreas têm seu trabalho feito com base no Programa Ler e Escrever que distribui livros para cada aluno de 1º ao 5º ano.

Assim, o SARESP avalia o conhecimento dos alunos em Lingua Portuguesa e Matemática numa prova que envolve os 3ºs e 5ºs anos. Paralelamente, o Governo aproveita para saber dos senhores pais dos alunos dos 5ºs anos que estão deixando o Ciclo I, como o trabalho da escola é avaliado, através de um questionário que estamos enviando em anexo.

Pedimos que respondam na folha própria que existe em cada caderno devolvendo-nos tanto a folha como o caderno até o dia 30/10/12 a fim de podermos encaminhar à Diretoria de Ensino.

Certos da atenção dos senhores, antecipadamente agradecemos.

Atenciosamente,

São Paulo, 25 de outubro de 2012

A Direção

 

 

 

 

 

EE Mary Moraes

 

Senhores pais dos alunos dos 3ºs anos

Todos os anos o Governo do Estado de São Paulo aplica a prova SARESP. É uma avaliação para que o Estado possa acompanhar o desempenho dos alunos e das escolas.

A avaliação se baseia nos Parâmetros Curriculares Nacionais, de âmbito federal que orienta toda a educação no país. Também coresponde às Orientações Curriculares do Estado de São Paulo que se dirige ao ensino da Língua Portuguesa e Matemática. Essas duas áreas têm seu trabalho feito com base no Programa Ler e Escrever que distribui livros para cada aluno de 1º ao 5º ano.

Assim, o SARESP avalia o conhecimento dos alunos em Lingua Portuguesa e Matemática numa prova que envolve os 3ºs e 5ºs anos. Paralelamente, o Governo aproveita para saber dos senhores pais, como o trabalho da escola é avaliado, através de um questionário que estamos enviando em anexo.

Pedimos que respondam na folha própria que existe em cada caderno devolvendo-nos tanto a folha como o caderno até o dia 30/10/12 a fim de podermos encaminhar à Diretoria de Ensino.

Certos da atenção dos senhores, antecipadamente agradecemos.

Atenciosamente,

São Paulo, 25 de outubro de 2012

A Direção”

 

 

 

Informe nº 7 –   Esclarecimento sobre horário de entrada (cópia de comunicado enviado aos pais)

“EE Mary Moraes

Senhores pais,

Em virtude da licença prêmio da vice-diretora, estamos acompanhando a entrada dos alunos também pela manhã. Corrigimos algumas situações observadas quanto à limpeza, movimentação de alunos, professores e funcionários.

Um dos aspectos observados é quanto ao horário de entrada dos alunos. Pareceu-nos que o entendimento comum fosse o de que a entrada se faria a partir das 7h, logo, sem tempo para fechar o portão. Isso estava levando a atrasar o início das aulas acarretando um prejuízo de cerca de 2 dias/aula/mês, ou seja, a cada mês dois dias se perdiam com atrasos. Ao final do ano, cerca de meio mês!!!

Em nossa escola, o Regimento Comum não prevê atrasos. Isso, no entanto, não significa que o aluno seja impedido de entrar. Assim, os alunos que chegam depois do horário devem entrar pela secretaria – como sempre se fez – para que se anote e possamos acompanhar cada caso. Há casos de reincidência, ou seja, crianças que todos os dias atrasam. Atrasos, ausências, falta de material são fatores por nós avaliados como prejudiciais ao aprendizado. Alunos que são acompanhados em sua vida escolar por suas famílias, que não faltam às aulas, que chegam no horário e que trazem o material escolar e que fazem as tarefas de casa são os que melhor rendimento escolar apresentam.

Se quisermos que as crianças vejam o trabalho da escola com seriedade, com compromisso devemos demonstrar isso com nossos atos. Crianças se baseiam no comportamento do adulto para saberem como se comportar. A pontualidade é fundamental na maioria das atividades sociais, afinal, nos baseamos em horários para cumprirmos com nossas obrigações.

Alguns pais têm-nos procurado queixando-se de que o portão “já foi fechado’, que “a funcionária fechou o portão na cara”, que “temos que dar um desconto” entre outras. A escola tem seu horário fixado em lei e deve funcionar segundo esse horário, ou seja, das 7h às 18h. Se alguém da escola abrir o portão antes das 7h e acontecer algo à criança em suas dependências, o Estado deverá responder pelo acontecido. Sobre o funcionário que fizer isso recairá a responsabilidade pelo descumprimento à lei – podendo mesmo ser dispensado a bem do serviço público!

Quando chove na hora da entrada – justamente por uma questão de bom senso – abrimos o portão antes das 7h. As crianças ficam, então, abrigadas sob o telhado que cobre as escadas (que, aliás, foi feito para atender a uma demanda dos próprios pais inclusive para essa finalidade e com suas contribuições à APM) entrando no pátio apenas às 7h.

A leva de alunos que se aglomera ao redor do portão, diariamente, é admitida à escola. Não há um limite de tempo, e sim do fluxo. Depois, aqueles que “forem chegando”, portanto, que já estão atrasados, devem entrar pela porta da secretaria. Ao fechar o portão, a qualquer momento, alguém sempre poderá se sentir discriminado, constrangido, mas não há razão para esse sentimento, uma vez que ninguém é impedido de entrar. Cumprir horário acontece em todos os lugares, em todas as situações que envolvam massa e horários, nossa escola não pode ser exceção. Nosso trabalho está voltado para todos conjuntamente e não a todos,  um por um, pessoalmente – até porque isso seria impossível, além de descabido. Não é preciso ninguém se sentir contrariado, ofendido, com a norma, afinal, a criança vai ser admitida à escola bastando dirigir-se à secretaria. Sentir-se mal por atrasar não justificaria pedir que houvesse flexibilidade, para atender a situações individuais.

Quanto ao volume de crianças e sua movimentação, há alguns anos pedimos que o CET retirasse da frente do portão dos alunos a área privativa para transporte escolar para com isso facilitar o acesso. Um dos transportadores, inclusive, que também é pai de aluno, nos ajudou com um vereador para que houvesse a mudança, mas até agora nada foi feito. Os veículos impedem a entrada dos pais, dificultam o acesso, criam um risco à segurança das crianças e isso leva a formar um amontoado de gente em um espaço mais reduzido criando essa sensação de insegurança que nos preocupa a todos. Mas, bastaria ‘bom senso’, colaboração. Não é isso o que vemos. Todos sempre querem mais da escola, nem sempre levando em conta suas próprias ações.

Essas medidas de correção já estão dando resultados. Os alunos cantam o Hino Nacional corretamente, as aulas já estão começando efetivamente mais cedo e o volume dos que se atrasam mantém-se mais ou menos no mesmo patamar – embora a cada dia haja diferentes famílias nessa situação, mas que não são mais do que meia dúzia. E, mesmo os que reclamam entendem que a medida é necessária. Na relação custo/benefício temos um ganho bem maior que se reflete no ânimo dos alunos que sentem a presença mais próxima da direção.  Algumas crianças que utilizam de transporte escolar continuam chegando atrasadas e sobre isso informaremos às famílias que pagam por um serviço que não está sendo prestado como deveria, atrapalhando o funcionamento da escola. Pessoalmente verificamos que às 7h10min um transportador buzinava defronte o portão, ingenuamente esperando ser atendido.  Nós não prestamos serviços a particulares e nem temos qualquer obrigação em relação a isso. Essa é uma relação entre os pais e os transportadores sem que a escola tenham qualquer participação.

Quanto à correria das crianças – que sempre ocorreu e que é comum – e sua ansiedade para não chegarem atrasadas, passamos nas salas para orientar e tentar com isso diminuir essa ansiedade.

Parabenizamos a todos, pais, alunos, professores e funcionários que diariamente se dedicam para que possamos construir um futuro melhor, com mais dignidade a nossos filhos ainda quando isso nos custe alguma contrariedade. Como sempre, continuamos à disposição para quaisquer esclarecimentos que se fizerem necessários por telefone, no site da escola, ou pessoalmente.

São Paulo, 24 de outubro de 2012.     Atenciosamente,

Eduardo Paulo Berardi Junior

           Diretor de Escola”

 

 

 

Informe nº 6 – 5/10/2012 Reunião de Pais e Mestres do 3º bimestre

 

Na última 6ª feira, 28/09, realizamos a Reunião de Pais e Mestres do 3º bimestre. Por observação de alguns pais e por solicitação dos professores e da Coordenação Pedagógica, voltamos a comandar a parte geral da reunião com todos os pais reunidos. A seguir um breve relato para aqueles que não puderam comparecer e que queiram (e possam) se inteirar via internet.

Pauta: Parte Geral – Acompanhamento do aprendizado do aluno

Um dos fatores a colaborar para o melhor aprendizado dos alunos é o envolvimento da família. Assim, nossa Parceira, Dª Veva, tem feito investimentos na atualização dos professores, da gestão, no reforço dos alunos em Língua Portuguesa e Matemática, na Informática e em material didático diferenciado para o trabalho com os alunos. Mas, se a família não estiver envolvida, fica mais difícil.

Observamos que muitas vezes, famílias simples, mais pobres, não incentivam seus filhos a se sentirem capazes de concorrer com os demais, mais favorecidos e com isso as crianças acabam ficando para trás. Toda criança é capaz de aprender. Todos os pais – adultos com os quais a criança convive –  têm algo a ensinar aos filhos mesmo aqueles que se julgarem incapazes. A vivência dos pais, sua experiência de vida é um grande ensinamento. Não sabe ler? Não faz mal pede a alguém da casa, até um vizinho, que leia para a criança. Dê sua opinião sobre aquilo. Mostre que se interessa pela vida escolar dela, pelo seu aprendizado, pela criança. Isso é muito importante e faz a diferença. Aqui em nossa escola aquelas que se saem melhor são exatamente as que as famílias se mostram mais envolvidas, interessadas, que cobram da escola, do professor.

Neste ano mudamos radicalmente nosso modo de trabalhar. Estamos atuando por objetivos. A educação sempre se faz por objetivos, mas na prática acaba acontecendo ao contrário conforme a seguir mostraremos. Um objetivo é aquilo que queremos me nosso aluno aprenda. Em geral, os professores trabalham o assunto (objetivo) e considerando encerrado, mudam de assunto (de objetivo). Quem aprendeu, aprendeu, quem não aprendeu, aprendesse! Ou seja, o problema acabava sendo do aluno!

Nesse novo olhar, se o professor trabalho com um poema como objetivo, então ele só se sentirá satisfeito quando todos souberem o que é um poema. E um dos problemas que a escola enfrenta é com a falta do aluno. O trabalho do professor é como fazer um bolo: tem a receita e o modo de fazer. Se a criança falta durante a feitura do bolo… o bolo dá errado! Falta algum ingrediente, perdeu o jeito de misturar a massa, não colocou fermento. Em outras palavras, se o aluno falta ele perde parte do trabalho e depois fica difícil par retomar. Se o trabalho fosse apenas com o livro, talvez a falta não alterasse tanto, mas com esse modo de trabalhar, a falta é um prejuízo enorme para a criança. Por outro lado, deixa de fazer sentido a realização de provas bimestrais. As avaliações são sempre de caráter diagnóstico, ou seja, buscando identificar o que a criança precisa ainda aprender, ao invés de ‘medir’ o que ela aprendeu.

Assim é importante que a família não só participe, mas que não permita a falta das crianças às aulas e que acompanhe as tarefas de casa que o professor passa. No site da escola www.marymoraes.com.br  tem uma página chamada Tarefas. Clicando nela abre uma janela onde tem um link – tarefasmarymoraes.com.br@uol.com.br no qual os professores colocam as tarefas. Cobrem das crianças e dos professores também!

Agora, além dos projetos de leitura na biblioteca, aula de vídeo, canto, as crianças de todos os anos passam a ter uma aula semanal na sala de informática. No começo é só contato, mas aos poucos vão sendo introduzidos conteúdos de modo que o computador passará a ser uma ferramenta na melhoria do aprendizado. Nossa parceira paga uma pessoa para ajudar na informática, preparando o trabalho do professor.

Informes gerais e cuidados.

Já foi feita a concorrência para a cobertura de nossa quadra e as obras devem começar nos próximos meses. Por isso decidimos em reunião conjunta do Conselho de Escola e da APM – seguindo a solicitação dos pais e dos alunos – pela construção do muro sobre o já existente junto ao portão que leva à quadra, completando futuramente com grade até o portão da escada por onde os alunos entram. Quando a quadra estiver coberta, eles poderão em segurança brincar num espaço bem maior na hora do recreio. Agora mesmo já estão brincando nesse corredor que ficou mais seguro.

Pedimos atenção aos pais com os piolhos. No frio é comum que haja epidemia de piolhos  por causa do frio – quando a cabeça nem sempre é lavada todos os dias. A criança infestada encosta a cabeça num sofá, num travesseiro, cobertor, usa o pente e as fêmeas adultas fecundadas vão desovar na cabeça dos outros membros da família e a coisa se espalha com grande rapidez.

Observamos que algumas alunas estão vindo para a escola com roupas inadequadas. Lembramos que por opção dos pais, o uniforme é de uso obrigatório. Isso ajuda, inclusive, a prevenir o uso de roupas que não devem ser utilizadas por crianças. Não se justifica, por exemplo, que uma menina utilize sapato de salto. Ela ainda nem desenvolveu completamente o sistema nervoso como vai se equilibrar num salto? Claro, isso causa acidentes.

Roupas decotadas, baton e pintura, calças justas, salto alto, são elementos utilizados por uma mulher adulta para seduzir, para conquistar. Não faz sentido uma criança fazer uso disso.

Outra coisa importante é que os pais verifiquem as mochilas dos filhos que estão vindo para a escola com celulares, brinquedos, objetos enfim que não fazem parte do dia-a-dia da escola e que acabam atrapalhando a aula.

Aos pais dos primeiros anos, um alerta muito especial. Não criem ansiedade nos filhos. Todas as famílias querem que a criança logo esteja lendo e escrevendo e isso gera nela uma grande ansiedade. A criança sente, sabe, que todos querem que ela aprenda logo. Quando não consegue ela vai ficando cada vez mais ansiosa e essa ansiedade acaba bloqueando o seu aprendizado. Cada fruto amadurece a seu tempo. Toda criança é capaz de aprender, mas cada qual tem seu tempo. Por isso a escola hoje ter um ciclo – um conjunto de anos de escolarização – para dar tempo de todas aprenderem. Mas, a família precisa ter calma e valorizar todo o trabalho da criança.

Lembrete: Visando integrar família e escola, dia 19/10 – 6ª feira – teremos uma oficina e esperamos contar com a presença e a participação de todos os pais junto com os filhos!  Oportunamente informaremos sobre os detalhes.

Aproveitando a oportunidade fornecemos abaixo o percentual de frequência dos pais à reunião.

 Turma        Alunos matriculados     Pais presentes na reunião        Porcentagem

1º A                          27                                                16                                              59%

1º B                            29                                                22                                              75%

1º C                            27                                                11                                              40%

2º A                           31                                                25                                              80%

2º B                           31                                                 18                                              58%

2º C                           30                                                13                                               43%

3º A                          15                                                 01                                               06%

3º B                          23                                                  –                                                    – *

3º C                          28                                                 16                                                57%

3º D                         30                                                  15                                               50%

4º A                         32                                                  18                                               56%

4º B                          35                                                  14                                               40%

5º A                         26                                                  08                                              30%

5º B                          29                                                 05                                               17%

5º C                          32                                                 11                                                34%

5º D                          31                                                 19                                                61%

Totais                     456                                              212                                              46%

 Obs – * dados não disponibilizados

         –    dados do 3º B não incluídos nos totais

Infelizmente, foi baixa a média de frequência dos pais à reunião. Isso só reforça aquilo que foi tratado na Parte Geral da reunião quanto ao envolvimento dos pais na vida escolar dos filhos. Menos da metade dos pais compareceu à reunião. Observamos que quanto maior é o tempo de escolarização da criança, menor é a porcentagem de pais presentes. Cerca de 60%  no 1º ano, 55% no 2º ano, 48% dos pais dos alunos do 4º ano e apenas 40% dos pais do 5º ano. Isso pode indicar a confiança dos pais em nosso trabalho, mas igualmente pode apontar a falta de participação na vida escolar dos filhos quando eles já dominaram a leitura e a escrita.

Esperamos que na reunião final a presença possa ser bem maior!

Comunicado nº 5/2012 – 5/09/12.

Abaixo a publicação on line do informativo aos pais que foi encaminhado pelos alunos. Depois de sua distribuição outras informações que passamos a dar.

1- A partir deste mês passaremos a contar com outra funcionária na área de atendimento aos alunos, mais precisamente na merenda que até hoje era totalmente responsabilidade de Dª Luzia. Haverá pouco diferença para as crianças que sempre foram bem atendidas, mas será de grande ajuda para poupar Dª Luzia e também para liberar as funcionárias da limpeza que acabavam ajudando na lavagem dos pratos e da própria cozinha.

2- Em reunião conjunta da APM e do Conselho de Escola deliberamos pela aquisição de uma mesa de som e de um equipamento de projeção para a Sala de Video. Também por erguer-se o muro entre o portão do pátio e a quadra de modo a proteger mais as crianças. Igualmente arrumarmos o piso das salas de aula, corredores e do acesso lateral ao estacionamento que havia sido aberto para localizar vazamento de água. Além disso, outros pequenos reparos como troca de lâmpadas, reposição de vidros e consertos em geral.

 

EE Mary Moraes –  Informativo aos pais – 5/09/12

 

1-     As aulas de informática já  começaram nesta 2ª feira. Nossa Parceira, Dª Veva, está arcando com o custo de um monitor para atender apenas à informática. São 28 computadores com acesso à internet e com censura a Orkut e sites proibidos.

Cada sala tem um momento por semana para trabalhar exclusivamente com informática. Além disso, os professores podem se valer da ferramenta para fazerem outros tipos de trabalho com as crianças o que está sendo planejado.

 

2-     A partir de hoje contamos com novo Professor Coordenador. Como as crianças devem ter informado,  a Professora Graça deixou a Coordenação porque teve que assumir um cargo de Professor na Prefeitura de São Paulo. Com isso, a Professora Denise Borges – que dava aula no 3º ano D é nossa nova Coordenadora. Ela tem vasta experiência, tem um bom relacionamento com todos da escola, e está muito entusiasmada com esse novo desafio em sua carreira. A ela desejamos muito sucesso.

Em virtude disso, a Professora Elenice assume a sua classe com o apoio da própria Professora Denise que assim permanecerá bem próxima da turma.

 

3-     Desde 3/09, a Senhora Zilda Borba responde pela Secretaria da Escola como Gerente ( o novo nome do cargo) em virtude de nossa Secretária Senhora Cleuza estar em gozo de licença prêmio. Desse modo ela deixa de atuar no pátio e na movimentação dos alunos.

 

4-     Foram retomadas as atividades de canto, leitura e de vídeo. Na entrada todos os dias acontece o Canto. A cada semana uma classe fica responsável por essa atividade. Toda quarta feira todos entoam o Hino Nacional e o Hino a Mary Moraes. A leitura acontece na biblioteca, uma aula por semana. O vídeo igualmente, com duas aulas.

 

5-     As crianças que têm dificuldade em Língua Portuguesa e Matemática (principalmente dos 4ºs e 5ºs anos) estão recebendo reforço durante o próprio período de aulas a cargo de uma empresa contratada pela Parceira (Dª Veva) com duas aulas de cada por semana. O foco é atingir 100% dos alunos plenamente alfabetizados, produzindo textos e sabendo fazer corretamente as 4 operações. A maioria desses alunos não iniciou a escolarização aqui na escola e por isso precisam de um trabalho mais individualizado. Com o aumento do número desses alunos no 5º ano, tivemos que priorizar o atendimento para eles que estão encerrando o Ciclo I.

 

Nossa meta é, em futuro o mais próximo, garantir que todos estejam plenamente alfabetizados e produzindo textos no 2º ano. Os que não conseguirem serão encaminhados para o reforço. Isso, hoje, não temos como fazer pelo número de alunos defasados que requerem nossa atenção.

 

6-     Recebemos do MEC, através da APM, o valor de R$4.504,00 para adquirir equipamentos e fazer melhorias na escola. Solicitamos orçamentos para levantar o muro junto ao portão da quadra na parte em que a tela está rasgada para impedir a entrada de estranhos, até o limite do refeitório para não impedir a ventilação e a iluminação do pátio interno. 50% daquele valor devem ser utilizados para melhorias. Com a outra metade prevemos a instalação de um equipamento completo de projeção para a sala de vídeo.

 

7-     O projeto da acessibilidade que prevê reforma na entrada da escola, a instalação de uma plataforma com elevador e mudança total dos banheiros para construir um banheiro para portadores de necessidades especiais. Também deverá ser reformada a rede elétrica e hidráulica e colocação de piso nos corredores, além da adequação dos itens de segurança contra incêndio. Em função disso não temos feito intervenções nos espaços que serão reformados.

 

8-     Já foi aberta a concorrência para a reforma completa de nossa quadra com instalação de cobertura. Esperamos que para o próximo ano nossas crianças tenham um atendimento bem melhor, com mais espaço e maior segurança.

 

9-     Informamos que se acham abertas as inscrições para cadastramento de alunos que completarem 6 anos até 31/03/12 para matrícula no 1º ano que não estão matriculados em escola pública, bem como para todos os que já tiverem 7 anos completos.

 

Comunicado nº 4/2012 – 29/06/12

Encerramos o 1º semestre hoje. As crianças e os professores ficarão em férias o mês todo e as aulas só retornarão em 1º de agosto.

Apesar das dificuldades com a substituição de professores em licença-prêmio, conseguimos concluir nosso trabalho a contento.

Agradecemos pelo empenho dos pais, por seu carinho em produzir as crianças para a Festa Junina (a reportagem completa sobre a festa estará disponível na página Destaques) e em nos atender sempre que solicitado.

Estamos felizes com os resultados alcançados pelas crianças e informamos que temos boas novas para o 2º semestre.

A Sala de Informática já foi toda montada, os equipamentos todos instalados com acesso à internet, os 30 computadores atualizados faltando apenas instalar os programas para as crianças trabalharem.

Montaremos um cronograma de modo que cada sala tenha, ao menos, uma aula/semana com o uso da informática. Vamos retomar alguns projetos que ficaram suspensos durante o 1º semestre – atendendo principalmente a demanda das crianças e professores.

A Professora Coordenadora, Graça, juntamente com a Professora Carmem – Facilitadora da Parceiros da Educação – tiveram a iniciativa de colocar uma estante em cada sala – o chamado Cantinho da Leitura – para que as crianças que terminarem antes as atividades peguem um livro para leitura e com isso ampliem seus conhecimentos.

Os alunos também receberão a Sacola Literária – com um acervo mínimo para o aluno ler em casa e depois devolver. A Parceria também ampliará o acervo da biblioteca para oferecer mais leituras para os alunos.

O reforço de Língua Portuguesa será concentrado em duas aulas, duas vezes por semana, para as turmas que mais necessitarem – tanto pela manhã quanto à tarde. Faremos um projeto para acelerar o trabalho com alunos que ainda não conseguem ler e escrever do 1º ao 3º ano.

Desejamos a todos boas férias, o merecido descanso, e que aproveitem para brincar, viajar, se divertir.

Forte abraço a todos

A Direção

 

Comunicado nº 3/2012

Senhores Pais,

Informamos que nesta sexta-feira, 16/03, haverá a oficina de artesanato a partir das 9h. Os pais interessados em participar já fizeram suas inscrições. Por ser uma atividade geral da escola envolvendo pais, alunos e professores não teremos aula para os alunos do período da manhã.

Lembramos, no entanto, que as aulas seguirão normalmente para o período da tarde.

Atenciosamente,

A Direção

 

Comunicado nº 2/2012
Senhores Pais,

Informamos que, conforme o Calendário Escolar enviado aos senhores, não haverá aulas nos dias 20 e 21. No dia 22, 4ª feira de cinzas, só haverá aula para o período da tarde. Nos demais dia (5ª e 6ª feira) o horário segue normal.

Comunicado nº 1/2012

Informamos abaixo as mudanças que ocorrerão na escola em 2012. Também há um informe especial para os pais dos alunos novos na escola, especialmente para os do 1º ano.

Desejamos a todos boas vindas, que o ano possa ser bastante produtivo e que possamos contar com a colaboração de todos para fazermos uma escola melhor para seus filhos.
Atenciosamente,
A Direção
Comunicado Geral – clic para ler
nº 1 – mudanças

Comunicado para os 1ºs anos.

1º ano

Aos pais, alunos e familiares enviamos a mensagem que dirigimos a todos quantos fizeram parte do nosso trabalho em 2011 esperando podermos contar com todos para os novos desafios de 2012.

Festejar
Mais uma vez
O caminho de um ano
Inteiro
Seus obstáculos,
realizações
lágrimas,
sorrisos…

Festejar
Os sonhos
Que ousamos,
As lutas
Que vence3mos,
As derrotas
Com as quais
aprendemos
A coragem
Por assumirmos
Os mais diferentes
Gestos de carinho,
amizade,
compreensão,
amor, enfim…

Festejar,
Sobretudo,
A vida,
Essa maravilhosa
Dádiva
Que pulsa
Num pequeno canto
Do Universo e
Cada um de nós,
Nele…
(meio escondidos é verdade)

Festejar,
Afinal,
A oportunidade
Que nos é dada
De renovarmos
A esperança
Nessa eterna busca
De sermos,
Sempre,
Mais felizes!

Mary Moraes
Dez/2011

Informe nº 20 – 17/11/11 –

No próximo sábado, 19/11, realizaremos o nosso VII Forum Escolar.

No Forum passamos a escola a limpo. Avaliamos o caminho percorrido e que mudanças devemos fazer para atender ao que de nós se espera.

Estamos anexando a pauta e depois o documento básico para ser discutido. Com as respostas da pesquisa que enviamos para as famílias, recolheremos as sugestões e as levaremos para deliberação.

Esperamos poder contar com a presença dos pais e alunos a fim de elaborarmos uma proposta de trabalho que atenda aos interesses de todos. Desde já agradecemos por sua atenção.

Pauta e texto: clic no link.
Pauta e anexos

Informe nº 19 – 17/11/11 –

Disponibilizamos o Boletim Informativo nº 53 de outubro.
Basta clicar no link a seguir para ter acesso a ele: Número 53

Informe nº 18 – 23/09/11 –

Recebemos um endereço eletrônico do Itaú cultural pelo qual é possível receber três livros infantis inteiramente gratuitos.

Colocamos um link (Presenteie com livros – grátis)na página inicial do site Mary Moraes. É um bom presente para o Dia das Crianças!

Basta clicar o botão esquerdo do mouse que ele levará direto ao site do Itaú. Lá é só seguir as instruções e num instante o pedido está feito.

Informe nº 17 – 23/09/11

No link abaixo os senhores terão acesso ao Boletim Informativo de nº 52 – mês de setembro que já foi enviado por intermédio das crianças. Pedimos especial atenção quanto às alterações no calendário da próxima semana.

Número 52

Informe nº 16 – 09/09/11

 

Conforme Edital de 05/09 procedemos à convocação da Assembléia Geral para eleição dos novos Conselhos e da nova Diretoria Executiva da APM com mandato para 2011/2012.

Ficou assim composta a Associação de Pais e Mestres:

 

CONSELHO DELIBERATIVO

 

 

Cargo Nome Categoria
Presidente Eduardo Paulo Berardi Junior Diretor de Escola
Conselheiros: Patricia Popolili Professor
Maria de Fátima da Silva Professor
Indiara Bello Castanheira Professor
Isabel M. Gonzalez Berardi Professor
Zilda de Moraes Borba Admitido
Vera L. da Silva de Oliveira Mãe de aluno
Roselaine Ciferi Mãe de aluno
Alfredo Barbosa Maciel Pai de aluno
Samuel Nunes Domingues Pai de aluno
Reginaldo Rossi Piovesan Pai de aluno

 

 

CONSELHO FISCAL

 

 

Nome
Categoria
Obs
Helena dos Santos Marino
Professor
Adriana Vieira Prates
Mãe de aluno
Desirre Maria Szolnoky de 
Barbosa Ferreira Cabral
Mãe de aluno

 

 

 

DIRETORIA EXECUTIVA

 

 

Nome Cargo Categoria
Cleusa Maciel Degrandi Diretor Executivo Professor
Maria de Fátima da Silva Vice Diretor Executivo Professor
Edmar Berardi Diretor Financeiro Pai de aluno
Vera Lucia da Silva Oliveira Vice-Diretor Financeiro Mãe de aluno
Cleuza Maria Quintiliano Saravalle Secretário Funcionário
Zilda de Moraes Borba Diretor de Patrimônio Funcionário
Indiara Bello Castanheira Diretor Cultural Professor
Zilda de Moraes Borba Diretor de Esportes Funcionário
Indiara Bello Castanheira Diretor Social Professor

 

 

 

A Direção da Escola agradece pela colaboração dos voluntários (pais, professores, funcionários) e espera que a nova gestão possa dar continuidade ao trabalho que veio sendo desenvolvido nos últimos anos. Por outro lado, agradece igualmente  a todos que participaram da gestão cujo mandato agora se encerra e que deram muito de si para que fosse possível atingirmos os objetivos fixados. A escola é hoje melhor do que ontem, graças a vocês. Certamente amanhã será ainda melhor com o apoio e a participação de todos.

Informe nº 15 – 24/08/11

Abaixo o link para acessar o Boletim Informativo de nº 51.

Ele traz algumas novidades. Esperamos que gostem.

Número 51

Informe nº 14 – 10/08/11

Primeiramente, desejamos feliz retorno às aulas para todos. Embora um pouco atrasado, esclarecemos. Estivemos em férias e retornamos nesta data. Vamos atualizá-los.

1- Sábado agora, 13/08, faremos nossa festa de Homenagem aos Pais que envolverá os alunos do período da manhã. Esperamos contar com a presença de todos. Iniciaremos as atividades às 9h.

2- Foi feita a limpeza da caixa d’água, desinsetização, desratização, troca de vidros, colocação de espelhos no banheiro dos meninos.

3- Revimos o reforço que para o período da manhã terá foco maior para os alunos do 5º A e 4º A com duas horas de aula por semana. Para a tarde, nosso foco está no 2º C e B e 3º B.

4- Nossa Parceira está oferecendo um curso de aperfeiçoamento para os professores em Português, além do curso de Matemática que já tínhamos no ano passado. Cada um deles com uma aula por mês. Português com duas horas de duração e o de Matemática com 4 horas.

5- Campanha de reciclagem de pilhas usadas. Nossas crianças deram grande exemplo. Em cerca de um mês elas reuniram 318 pilhas e 22 baterias grandes(celular) além de dezenas de outras pequenas(relógio). Parabenizamos a todos. A campanha continua.

Informe nº 13 – 1/07/11

No link abaixo (Número 50) os senhores poderão acessar o nº 50 de nosso Boletim Informativo referente ao mês de junho. Nele encontrarão, entre outras, informações sobre o recesso escolar, reunião de pais, dias dos conselhos. Para abrir esse arquivo basta colocar o cursor sobre o link em azul e automaticamente será aberto.

Número 50

Informe nº 12 – 29/05/11 – Campanha de Doação de Sangue

Por iniciativa da Professora Zuleika (4º ano B) iniciamos em nossa escola uma parceria com o Banco de Sangue do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. Um ano Zuleika ficou fora da escola e depois voltou como efetiva professora voltando a coordenar a campanha. Mas, por problemas internos o Banco de Sangue não conseguiu fazer campanha de coleta fora de sua sede. Neste ano voltou e então retomamos nossa participação.
Tivemos a presença de 34 doadores que fizeram doação de sangue, outros não puderam doar por problemas vários. Segundo nos informaram os técnicos uma bolsa de sangue pode atender a até 5 pessoas, ou seja, ajudaremos com essa doação cerca de 170 pacientes.
Infelizmente, as doações ficaram bem abaixo de nossas expectativas. Nas duas outras vezes foram mais de 60 doadores.
De qualquer modo, agradecemos muito às pessoas que se dispuseram a doar. Houve uma mãe que inclusive trouxe outras pessoas para fazerem doação. Agradecemos também aos professores e funcionários que não apenas doaram sangue, mas também se empenharam para mantermos as atividades normais. Sem dúvida, um agradecimento especial aos alunos que se envolveram na campanha e à professora Zuleika
por seu grande espírito de solidariedade, bem como ao corpo de colaboradores do Banco de Sangue. Nas fotos abaixo um registro do que foi o dia.
Informe nº 11 – 19/05/11 – Oficina da Mulher
Conforme nossa programação realizaremos amanhã, 20/05/11, a partir das 8h, a Oficina da Mulher.
Haverá uma palestra a cargo de uma médica ginecologista a pedido do Dr. Antonio Rabello do nosso Posto de Saúde Vila Praia.
Haverá um trabalho rápido com uma leitura dramatizada e uma breve troca de ideias a respeito do tema.
Em seguida as mães serão convidadas a participar de várias oficinas que se estenderão por toda a manhã:
- oficina de ponto cruz;
- oficina de decoupage;
- oficina de bate-mão.
Ao final, haverá um momento de relaxamento.
Será servido um lanche às participantes.
Não haverá custos uma vez que todo o material será oferecido por nossa parceira Dª Veva – a quem, aliás, desde já agradecemos.
Contamos com sua presença porque juntos é que ajudaremos  a construir um futuro melhor para nossas crianças!
Informe nº 10 – 6/05/11 – Oficina de Chocolate
Dia 15 de abril tivemos a Oficina de Chocolate envolvendo pais, professores e funcionários da escola.
Essa é uma das ações que planejamos para aproximar os pais da escola atendendo uma das preocupações dos próprios pais, da equipe docente e da Parceiros da Educação.
A Professora Andréa (4º A) se propôs a coordenar os trabalhos. A Professora Carmem – Facilitadora do Parceiros – junto à nossa Parceira, Dª Veva, obteve os recursos financeiros para a compra de chocolate e de material.
A proposta da oficina era ensinar os pais a produzirem ovos de páscoa, pirulitos e bombons e ao mesmos tempo fazer pirulitos para serem dados às crianças na semana da Páscoa.
A oficina foi um sucesso. Foi montada uma linha de produção pela qual cada participante passaria até que o produto final fosse obtido. As professores receberam treinamento antes da Oficina para poderem ajudar no curso.
Acompanhe  nas fotos abaixo alguns momentos dessa manhã.
Treinamento das professoras              Pondo toca e avental                    Fazendo pirulitos
Compondo a embalagem                      E não havia só mães!                     Os ovos ficaram prontos
O time dos chocolateiros ao final do jogo!
Informe nº 9 -13/04/11
Há anos, em um Forum Escolar, avaliamos que um dos obstáculos para o crescimento maior de nossos alunos está na falta de envolvimento dos pais na vida escolar dos filhos, logo, de participar, inclusive,  na vida da escola. Assim, procurando promover ações que aproximem os pais da escola, formulamos para este ano uma série de momentos de envolvimento dos pais nas atividades internas.
Começamos com a Oficina do Chocolate, dia 15/04/11, das 7h até as 12h.  As mães participantes serão somente as 80 inscritas.
As crianças da MANHÃ não terão aula nesse dia. Teremos somente essa Oficina envolvendo mães, professoras e funcionárias. O período da tarde terá aula NORMAL.
Informe nº 8 – 13/04/11
Senhores pais
1- Vazamento de água.
a-   Temos dois problemas fundamentais a respeito de vazamento de água. Um, encoberto, que exige um serviço de empresa especializada e cujos custos superam os recursos que recebemos. Foram  feitas fotos, tivemos a presença do supervisor de ensino, do responsável pelo departamento que cuida do assunto, mas ainda não temos um resultado porque o valor envolvido exige tomada de orçamentos, processo de alocação de recursos, contratação da empresa com assinatura de contrato e embora tenhamos feito o pedido há tempo, ainda não fomos atendidos, mas fomos informados de que está sendo providenciado.
b-  Outro, que vem ocorrendo nos finais de semana causados por pessoas que invadem a escola. Elas quebram o cavalete da SABESP e a água fica escorrendo sem cessar. Isso já ocorreu por três ezes. A Zeladora, Professora Flora, liga para a SABESP que vem fazer o reparo – mas demora cerca de 24h.
Ao ser feito o reparo do vazamento pediremos para que seja fechado com bloco o ponto onde está o cavalete e assim sanar em definitvo esse problema.
Sabemos do desperdício, sabemos do inconveniente de termos água escorrendo onde os alunos circulam, mas, nem tudo está ao nosso alcance resolver. O certo é que o ato de vandalismo, ao menos, poderia ser evitado – justamente quando o vazamento é imenso – e causado por pessoas do bairro, o que é o mais lamentável.
O cidadão comum cobra do diretor que haja uma providência, mas não atua sobre os invasores, os familiares, todos vizinhos do bairro que invadem a escola e danificam suas instalações. Já foi assim com o telhado, com a tela do alambrado, com a caixa d’água, com o muro, e agora, mais recentemente, com as árvores plantadas na calçada.
Continuaremos a prevenir, coibir, cercear tais práticas como temos feito, não nos deixando abater por aquilo que fazemos e refazemos todo o tempo, com os recursos sempre gastos nas mesmas coisas ano após ano.
Não é possível que a comunidade continue a despejar toda a cobrança sobre a direção da escola. É inacreditável, mas já fomos cobrados até pelo entulho que os vizinhos próximos da escola, adultos, cidadãos ditos de bem, colocam em sua calçada!
Informe nº 7 – 24/03/11
Abaixo inserimos um link para acesso ao Boletim Informativo nº48 – fevereiro de 2011. Nele existem informações iniciais que poderão ajudar muito as famílias a se organizarem quanto ao ano letivo. Esclarecemos que todos os alunos já levaram para casa um exemplar. Para acessar coloque o cursor sobre a área em azul e clique para que a página se abra.
Informe nº 5 – 1/03/11
Informamos algumas mudanças no site que, esperamos, venham a facilitar seu manuseio pelos pais e alunos.
Na página inicial (home) há uma lista de links. “Notas” – permite o acesso ao site da Secretaria Estadual da Educação para obter as notas dos alunos. “Forum” – propõe um debate sobre a questão da violência nas escolas. “Mathema” é um site de um instituto que propõe o tratamento da Matemática de modo descomplicado e muito gostoso – está a cargo deles a nossa atualização no trabalho com a Matemática, através do ‘Parceiros da Educação’, custeado por nossa parceira Dª Veva. “Elvira Souza Lima” é uma neurocientista a cujos ensinamentos temos procurado seguir e aplciar com as crianças – em seu blog há pequenos videos, alguns artigos breves e muitas informações que esperamos possam vir a servir a todos. “Tarefas Mary Moraes” é um link que remete diretamente ao blog de tarefas do Mary, como forma de tornar mais rápido seu acesso.
Para além disso informamos também que já foram instaladas 5 câmaras com sensores que são monitoradas à distância pela FDE sob a responsabilidade da Telefonica. Há capacidade do equipamento para comportar outras 4 câmaras, mas não há previsão sobre sua instalação.
Informamos que já foi contatada uma empresa para confecção dos uniformes e que recebeu a aprovação do Conselho de Escola. Teremos uma reunião com a Diretoria da APM para depois noticiarmos aos pais sobre como deverão proceder para aquisição. Nessa mesma reunião será apresentada a proposta de campanhas para o presente ano e logo em seguida repassaremos aos senhores.
Informe nº 4 – 24/02/11
No último dia 22 tivemos a primeira reunião do Conselho de Escola que contou com a presença da Facilitadora da Parceiros da Educação, Professora Carmem quando apreciamos os questionários resppondidos pelos pais, cerca de 190, e que orientaram o posicionamento do Conselho – e sobretudo dos pais do Conselho – quanto à continuidade da Parceria na fixação das novas metas para o ano de 2011.
Também foi apreciado o Calendário Escolar que será encaminhado para os pais por meio dos seus filhos no próximo Boletim Informativo.
Entre as demandas dos pais, a segurança foi um dos pontos lembrados. Nesse sentido informamos que o Governo do Estado está instalando 5 câmaras com sensor de movimento como forma de podermos melhor controlar possíveis ameaças à integridade da escola.
Informamos também que já foi colocada a calha – que precisou ser fabricada na medida adequada para o volume de água – no portão de entrada dos alunos.
A Sala de Vídeo nova já está em funcionamento e cada turma teu seu horário reservado.
A biblioteca com isso ficou liberada para servir exclusivamente à leitura e pesquisa, igualmente com horário fixado para cada turma.
O palco de alvenaria já foi construído e será concluído por ocasião do carnaval para não atrapalhar as atividades normais da escola.
Algumas questões levantadas pelos pais nos questionários do Parceiros, merecem um atenção especial e tentaremos responder ao que foi apontado.
1- Parceiros da Educação é uma ONG que atua junto às escolas públicas (estaduais e municipais), em especial de São Paulo, mas que começou a se estender para outros estados. Ela define sua atuação com foco em intervenções no espaço, melhorando as condições de funcionalidade das escolas; no reforço dos alunos com dificuldades; na atualização do corpo docente; no envolvimento dos pais com a escola; na aquisição de material pedagógico para trabalho com os alunos.
Assim, não há condições de contratação de funcionários para trabalharem na escola conforme pediam alguns pais.
2- A cobertura da quadra e reforma de seu piso está programada pela FDE e deve entrar em cronograma de investimentos do novo governo. Nesse sentido a Parceria não vai intervir na quadra.
3- Houve sugestão de alguns pais para que a Cantina Escolar voltasse a funcionar. Esclarecemos que o encerramento das atividades da cantina se deveu a fatores econômicos que levaram a APM a fechar a cantina. Temos cerca de 550 alunos. Nem todos procuravam a cantina para compra de lanches. Há limitações – justas, por sinal – quanto aos produtos que podem ser comercializados e que tornaram inviável sua continuidade. A rigor, no final do ano, o lucro líquido não atingia R$ 1.000,00, mas exigia mais trabalho de nossa parte, comprometendo a qualidade dos serviços prestados. Para baixar custos, seria preciso “baixar” a qualidade, o que é inconcebível em se tratando de uma escola e da população a que atende.
4- Foi significativa a participação dos pais conselheiros que trouxeram outras preocupações muito interessantes, sobretudo, no quesito ‘envolvimento dos pais com a escola’. Essa tem sido uma preocupação constante do Forum Escolar há pelo menos três anos e já vínhamos internamente desenhando meios de atrair os pais para a escola e cremos que com as sugestões dadas e com o auxílio da Parceiros teremos como viabilizar essa questão.
Agradecemos a todos que colaboraram enviando as respostas dos questionários que foram importantíssimos para a própria comunidade escolar. Também queremos parabenizar os pais eleitos para o Conselho que atenderam em grande número à convocação por sua preciosa colaboração.
Informe nº 3 – 10/01/2011
Informamos que os horários de funcionamento da escola continuam os mesmos, ou seja, pela manhã as crianças entram às 7h15min e saem às 11h45min. O recreio dos 4ºs anos é das 8h55min às 9h5min e os dos 5ºs anos, das 9h45min às 1oh05min.
No período da tarde a entrada é às 13h15min e a saída às 17h45min. O recreio dos 1ºs anos é das 14h55min às 15h15min e dos 2ºs e 3ºs anos, das 15h45min às 16h05min.
Caso haja necessidade de entrar em contato com os professores, sem agendamento,  solicitamos que os pais dirijam-se à Secretaria da Escola entre 11h45min e 12h pela manhã e das 17h45min às 18h à tarde. Para agendamento o contato pode ser feito diretamente com o professor através da caderneta de recados ou com a direção da escola a qualquer hora via telefone ou email.
Lembramos que o email da escola é www.marymoraes.com.br e que na página Contato existe espaço para se comunicarem conosco. No site também tem os telefones da escola no rodapé das páginas.
Os kits escolares foram entregues às crianças que compareceram e foi acompanhado de um recibo que precisa ser preenchido e assinado pelos pais para devolução e arquivamento no prontuário do aluno, como forma de o Estado controlar o destino do material.
Hoje foram escolhidos os pais para comporem o Conselho de Escola e sua composição final será divulgada no site na página ‘Geral’, na parte em que trata do Conselho de Escola.
Nos próximos dias estaremos fazendo o Boletim Informativo especial para os pais dos alunos dos 1ºs anos com um resumo das informações hoje dadas em reunião. No Boletim Informativo de fevereiro enviaremos o Calendário Escolar após sua aprovação pelo Conselho de Escola.
informe nº 2 – 07/02/2011
Lista de material
No começo de dezembro de 2010 encaminhamos a todos os pais a Lista de Material para 2011 cuja cópia anexamos.
De diferente em relação ao que dissemos é que com a mudança de governo o material escolar foi de fato encaminhado para a escola conforme previsto, mas ainda haverá necessidade de material específico para o trabalho em nossa escola conforme a Proposta Pedagógica.
As crianças receberão também uma mochila junto com o material que será entregue no primeiro dia de aula. Os pais deverão assinar o recibo que será enviado comprovando o recebimento do kit.
Esse kit possui: 3 cadernos tipo brochura universitário de 100 folhas; 1 caderno de desenho, 1 régua, 1 caixa de lápis de cor grande, 3 apontadores, 1 caixa de giz de cera, 3 lápis e 2 borrachas
Material Escolar – 2011
Senhores Pais
Anualmente o governo adquire material escolar para os alunos da rede pública. São brochuras, caderno de desenho, lápis de cor, apontador, régua e mochila.
Com a mudança de governo, ainda não fomos informados do que irá acontecer. De qualquer modo, como em todos os anos, informamos aos senhores que material seu filho precisará ter para o ano letivo e poderem se organizar a fim de que para o reinício das aulas possam ter o material.
Recomendamos a aquisição daquilo que for apenas o indispensável, o essencial e não em grandes quantidades para que não pese no orçamento familiar.
1- Assim, será preciso que TODOS os alunos tenham uma caderneta de recados – pode ser uma agenda, um caderno já usado e recuperado para servir de agenda ou caderneta de recados.
2- 1º, 2º e 3º anos: 1000 Folhas de Linguagem
para o ano todo. Deixar em casa e mandar todo dia 3 folhas.
3- 1 pasta de Caderno Único para arquivar as folhas
4- 1 pasta grande para arquivar trabalhos em folhas de sulfite
5- Lápis, apontador, estojo com lápis de cor, borracha tesoura sem ponta.
6- Para os 4º e 5º anos, 3 cadernos que serão utilizados em comum para mais de uma matéria e 1 caderno pedagógico (que pode ser o que já vinha sendo utilizado)
7- Tesoura sem ponta, apontador, lápis, caneta esferográfica, lápis de cor, borracha.
SP 01/12/10 A Direção
Informe nº 1 – 04/02/2011
As aulas começarão em 10/02.
As crianças já terão aulas no horário normal, ou seja, das 7h15min até as 11h45min para os alunos da manhã e das 13h15min às 17h45min para os da tarde.
Conforme orientação dada na última reunião de pais e mestres os alunos deverão dirigir-se às salas com a mesma turma do ano passado, mas no ano seguinte. Ou seja: quem era do 3º A deverá dirigir-se ao 4º A e assim sucessivamente.
Poderá haver alguma pequena alteração mas isso os professores orientarão a cada criança.
Para saber as salas elas estão indicadas no site na página Série. Mas, no pátio da escola haverá a indicação.
Também haverá uma reunião de pais rápida logo na entrada do período com a direção da escola para esclarecimentos sobre o trabalho do ano e a escolha dos representantes dos pais ao Conselho de Escola. Serão cinco pais para cada período.
Um bom início de ano letivo a todos!